Hambúrguer de alga marinha

Hambúrguer de alga marinha – Uma tendência de um futuro próximo!

A indústria alimentícia seguindo boas práticas de sustentabilidade vem realizando cada vez mais pesquisas para tornar o modelo de negócios sustentável e duradouro! A solução mais falada do momento são as chamadas carnes vegetais ou alimentos plant based, que são produtos tradicionalmente feitos com proteína animal que passam a ser produzidos com proteína vegetal. Em geral, a ervilha e a batata têm sido usadas como matéria-prima. O cultivo desses vegetais é mais amigável ao planeta que um rebanho de bois, e há o apelo de ser um produto vegano, mas resta a necessidade de uma grande área produtiva e o uso de água para irrigação.

Tentando resolver essa equação, a startup Akua está de olho no oceano. A Akua (que já teve o nome de Beyond the Shoreline) já produz algumas opções de snacks e “massas” feitas com algas do mar. Agora a empresa está tentando produzir hambúrgueres com as plantas marítimas, conhecidas por serem também ótimas na absorção de CO2.

A cofundadora e CEO, Courtney Boyd Myers, diz que foi atraída pelas algas marinhas por alguns motivos. Junto com seus benefícios para a saúde, as algas oferecem vantagens ambientais. “Se você pensar em sistemas alimentares com algas, não requer terra seca, água doce, fertilizante ou ração para crescer, então é o que se chama de alimento de entrada zero”, disse Boyd Myers à Fast Company. E, finalmente, há o impacto econômico que vem com o apoio aos produtores de algas. “Esses pescadores começam a ganhar a vida sendo jardineiros oceânicos”, explica a CEO.

Para seu hambúrguer de algas, a Akua está trabalhando com fazendas de algas lideradas por mulheres na costa do Maine, nos Estados Unidos. O hambúrguer da Akua também inclui cogumelos cremini, feijão preto, quinoa, tomate esmagado e proteína de ervilha, que os consumidores de hambúrguer à base de plantas podem reconhecer como ingrediente do Beyond Burger. Boyd Myers diz que o hambúrguer de algas da Akua não se destina a imitar a carne da maneira como os hambúrgueres da Beyond e Impossible fazem, mas garante que ainda será satisfatório para os apreciadores de carne.

A CEO  também espera que o produto seja atraente para as pessoas que desejam uma alternativa mais saudável ao hambúrguer, feito com mais alimentos integrais. O hambúrguer de alga da Akua contém 14 gramas de gordura, mas zero de gordura saturada, diz Boyd Myers.

O ‘Dutch Weed Burger’ (Hambúrguer holandês de ervas, em português) é feito de algas marinhas, os empresários por trás do negócio esperam que a ideia possa influenciar uma nova agricultura sustentável aos Países Baixos.

Devido à sua composição de nutrientes naturais, as proteínas das algas podem servir como uma alternativa aos componentes saudáveis da carne. A ‘carne’ do ‘Dutch Weed Burger’ é feita com alga marinha kombu, um gênero da espécie, misturada com soja e microalgas. O molho é feito de ervas daninhas e o alface é, também, substituído por uma alga holandesa.

2 comentários em “Hambúrguer de alga marinha – Uma tendência de um futuro próximo!”

  1. Pingback: Hambúrguer Caseiro: aprenda 5 receitas super fáceis de fazer!

  2. Pingback: Receitas de hambúrguer perfeitas para as festas de fim de ano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *